Israel volta a invadir territórios palestinos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de janeiro de 2002 as 18:03, por: cdb

O Exército israelense invadiu nesta quarta-feira áreas controladas pela Autoridade Nacional Palestina na Faixa de Gaza, segundo fontes palestinas. Os israelenses teriam entrado na região com veículos blindados e uma buldôzer, destruindo um posto policial. A operação aconteceu poucas horas depois que quatro soldados israelenses foram mortos em um atentado reivindicado pelo grupo Hamas. O ataque desta quarta-feira, na fronteira sul de Israel com a Faixa de Gaza, foi o que causou o maior número de baixas no Exército israelense desde o início do atual conflito com os palestinos, em setembro de 2000.

Após o ataque, o governo de Israel prometeu retaliar a ANP. O governo palestino, por sua vez, condenou a ação do Hamas e prometeu levar os culpados à Justiça. O grupo palestino, por sua vez, afirmou que o ataque foi feito porque o governo de Isarel não respeitou as boas intenções mostradas pelas diversas facções palestinas depois que o líder Yasser Arafat pediu a suspensão das ações armadas contra Israel.

Segundo o Exército israelense, dois militantes, vestindo uniformes policiais palestinos, faziam parte de um grupo de oito pessoas que cortaram a cerca separando a Faixa de Gaza de Israel e entraram ilegalmente em território israelense. Eles abriram fogo contra soldados de Israel que estavam patrulhando o assentamento judeu de Krem Shalom. Um dos militantes foi morto no local, enquanto o segundo tentou fugir e foi atropelado por soldados que o estavam perseguindo.

Segundo a imprensa israelense, os soldados mortos eram beduínos árabes que estavam servindo no Batalhão de Reconhecimento em Desertos. Além dos quatro soldados mortos, seis outros ficaram feridos no ataque, de acordo com a imprensa palestina.