Israel diz que remoção de Arafat está mais próxima do que nunca

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de setembro de 2004 as 09:47, por: cdb

Israel voltou a ameaçar nesta quinta-feira a “remoção” do presidente palestino Yasser Arafat.

– Não há lugar para Arafat entre nós, e a hora de retirá-lo vai chegar… e esse dia está mais próximo do que nunca – disse o ministro das Relações Exteriores israelense, Silvan Shalom.

Israel e os Estados Unidos já tentaram afastar Arafat, um símbolo do nacionalismo palestino, acusando-o de fomentar a violência durante os quase quatro anos de conflito israelo-palestino.
Arafat, 75, está confinado por Israel há mais de dois anos em seu quartel-general na Cisjordânia e nega as acusações.

Os comentários de Shalom ao partido Likud, de direita, foram a segunda ameaça feita por Israel nesta semana contra o líder palestino.

O ministro da Defesa de Israel, Shaul Mofaz, disse na última segunda-feira que a decisão tomada pelo gabinete há um ano de expulsar Arafat ainda estava valendo, mas indicou que sua implementação foi adiada para evitar complicações nos planos de retirada da Faixa de Gaza.