Irmão de Bush faz revelações bombásticas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de novembro de 2003 as 04:56, por: cdb

Neil Bush, de 48 anos,o irmão caçula do presidente dos Estados Unidos George W. Bush, deu detalhes sobre  acordos lucrativos em negócios e admitiu ter tido relações sexuais com mulheres na Ásia quando ainda estava casado em março,  um dos motivos de seu divórcio com sua ex-mulher Sharon Bush.

Com documentos revelados na última terça-feira, os advogados de Sharon Bush questionaram Neil Bush sobre acordos, especialmente um contrato com a fábrica de semicondutores Grace, uma firma apoiada por Jiang Mianheng, filho do ex-presidente da China Jiang Zemin, que pagaria a ele US$ 2 milhões em ações por cinco anos.

Marshall Davis Brown, advogado de Sharon Bush, questionou o motivo pelo qual Grace pagaria um valor tão alto a Bush se ele tem pouco conhecimento sobre negócios com semicondutores. Bush admitiu que não tem base educacional sobre o assunto e que apesar de ter estudado economia internacional não se considera um economista.

Brown questionou também vários outros negócios que pagaram muito bem a Bush para ser consultor e pelo menos em um caso por pouco trabalho.

Neil Bush disse que ele foi subchefe da Crest Investment Corporation, mas trabalhava apenas de três a quatro horas por semana. Para isso recebia cerca de US$ 15 mil por três meses. Bush disse que fazia diversos serviços de consultoria. O advogado pediu para ele especificar mais e o irmão caçula do presidente dos EUA respondeu:

– Atendia telefonemas quando o outro subchefe Jamail Daniel ligava e pedia conselhos.