Iraquianos podem receber poder antes do previsto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de novembro de 2003 as 11:54, por: cdb

O poder poderia ser entregue aos iraquianos antes do previsto, admitiu o ministro das Relações Exteriores da Inglaterra, Jack Straw, antes de viajar aos Estados Unidos. “Queremos entregar o poder aos iraquianos o mais rápido possível. E pode ser que entreguemos mais rápido do que planejado”, declarou Straw à Rádio 4 da rede BBC.

No entanto, o ministro disse que “o Reino Unido e os Estados Unidos, como poderes de ocupação, têm claras responsabilidades em matéria de segurança no Iraque e temos que cumprir com essas responsabilidades”. A afirmação do ministro coincide com a inesperada viagem para Washington do administrador civil no Iraque, o americano Paul Bremer, convocado para reunião na Casa Branca.

No mês passado, o Conselho de Segurança da ONU adotou por unanimidade uma resolução prevendo que o Conselho de Governo iraquiano elabore um calendário sobre o processo de transição política antes de 15 de dezembro e crie assim uma força multinacional, sob o comando dos Estados Unidos. Por outro lado, Straw defendeu os vínculos de seu país com os EUA depois das críticas dos grupos pacifistas por causa da visita que Bush fará a Londres na próxima semana. “Os EUA são nosso maior sócio comercial. Muitos empregos em ambos os lados do Atlântico dependem dessa relação”, disse.

Segundo Straw, uma boa relação com os EUA é de interesse para o Reino Unido e o resto dos países europeus. Espera-se que grupos contrários à guerra do Iraque se manifestem em Londres durante a visita de Bush.