Iraque derruba avião não tripulado dos EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de dezembro de 2002 as 23:41, por: cdb

Um avião de reconhecimento dos Estados Unidos, não tripulado, foi derrubado no sul do Iraque ao ser atingindo por fogo de um caça iraquiano nesta segunda-feira, informou o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas norte-americanas, Richard Myers, durante uma entrevista coletiva no Pentágono.

“Eles tiveram sorte hoje e derrubaram o Predator”, afirmou Myers.

Autoridades disseram que o Predator desapareceu dos radares durante uma missão de reconhecimento.

Em Bagdad, um porta-voz do Ministério da Informação iraquiano não tinha registro do ocorrido.

Um caça iraquiano penetrou na zona de exclusão aérea do sul do país e disparou contra o Predator, relataram autoridades norte-americanas.

“Essa ação foi o mais recente capítulo numa longa lista de atos hostis do regime iraquiano”, disse Jim Wilkinson, um porta-voz do Comando Central dos Estados Unidos, que supervisiona as operações no Iraque e em países vizinhos.

Neste ano, as defesas antiaéreas iraquianas já dispararam quase 500 vezes contra os aviões norte-americanos e britânicos que patrulham as zonas de exclusão aérea do norte e do sul do Iraque, segundo as fontes.

As aeronaves da coalizão foram atacadas em 32 dias desde 8 de novembro, quando o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou a resolução 1.441, que estipula um novo mandato para as buscas por armas de destruição em massa no Iraque.

Algumas vezes os caças iraquianos invadem as zonas de exclusão e são perseguidos por aviões norte-americanos ou britânicos.

Mas a maioria dos ataques contra a coalizão vem de mísseis terra-ar. Autoridades norte-americanas afirmam que a Força Aérea iraquiana não dispõe de peças de reposição para seus cerca de 300 caças e seus pilotos são mal treinados.