Iraque apela à ONU para pôr fim ao conflito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de março de 2003 as 17:10, por: cdb

O Iraque fez um apelo ao Conselho de Segurança da ONU para condenar a “invasão” anglo-americana e agir com urgência para pôr fim ao conflito, numa carta oficial de protesto, informou a tevê por satélite iraquiana.

No documento dirigido ao presidente do Conselho de Segurança, Mamady Traore, da Guiné, o ministro das Relações Exteriores Naji Sabri afirma que o órgão deve condenar a “agressão covarde” e a agir “imediatamente” para obter o fim “incondicional” dos ataques, segundo a televisão.

Sabri escreveu também que “o Iraque e seu líder Saddam Hussein vencerão os inimigos do Islã” e “enterrarão os sonhos dos dois regimes colonialistas de Washington e Londres, e dos seus lacaios e aliados”.

“Esta invasão em grande escala e esta agressão militar anglo-americana contra o Iraque constituem uma violação flagrante da Carta da ONU e das leis internacionais (…) assim como um desafio à vontade da comunidade internacional que rejeitou o uso unilateral da força”, estima o ministro.

Segundo ele, os bombardeios anglo-americanos “tiveram como alvos, entre outros, instalações civis, infra-estruturas econômicas e sociais, escolas, hospitais, mesquitas e igrejas nas cidades e aldeias iraquianas. Houve um grande número de feridos civis”.