IRA se desarma em sinal de aprovação ao processo de paz na Irlanda do Norte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de outubro de 2001 as 15:11, por: cdb

O Exército Republicano Irlandês (IRA) iniciou na tarde desta terça-feira o desarmamento de seus militantes. É uma medida considerada histórica para a retomada do frágil processo de paz na Irlanda do Norte.

A decisão foi anunciada um dia depois de o líder católico Gerry Adams, presidente do Sinn Fein, o braço político do IRA, ter pedido que o grupo rebelde depusesse as armas, obdecendo o cessar-fogo negociado entre católicos e protestantes em agosto passado, e em meio à campanha de combate ao terrorismo internacional, liderada pelos Estados Unidos.

No comunicado, divulgado à imprensa britância, o IRA não determina que tipo de armas será eliminado de seu arsenal nem como será feito o desarmamento.

“Nossa motivação é clara. Esta medida sem precedentes é para salvar o processo de paz e para convencer os outros de nossa genuína intenção”, destaca o comunicado do IRA.