Irã reitera disposição para discutir programa nuclear

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2012 as 08:35, por: cdb

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Ramin Mehmanparast, disse nesta terça-feira (13) que o governo iraniano se dispõe a reiniciar o diálogo com o chamado 5 +1 (Rússia, Estados Unidos, França, Reino Unido, China e Alemanha).

Segundo ele, o chefe da Corte Suprema de Segurança Nacional do Irã, Saeed Jalili, indicou o interesse durante reunião com a chefe da Diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton.

Mehmanparast acrescentou ainda que as reuniões deverão ocorrer na Turquia – país que costuma intermediar as negociações entre o Irã e os demais países. Mas, segundo o porta-voz, ainda não há data definida.

O porta-voz reiterou que as suspeitas em torno do programa nuclear iraniano por parte de países imperialistas que acusam o Irã de produzir, são infundadas. Em decorrência das acusações, o país é alvo de várias sanções internacionais, que atingem as negociações comerciais, econômicas, financeiras e militares.

De acordo com ele, inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) visitaram duas vezes a usina localizada em uma área militar em Parchin. No entanto, Mehmanparast disse que o governo do Irã não recebeu pedidos da Aiea para novas visitas. Ele admitiu, entretanto, que, no passado, os inspetores não puderam visitar o local por “problemas de agenda”.

No começo deste ano, especialistas da Aiea estiveram pela segunda vez no Irã para verificar o programa nuclear desenvolvido no país. Mas a visita foi considerada pouco produtiva, pois as análises não puderam ser feitas nos locais de desenvolvimento das pesquisas e dos projetos.

Fonte: Agência Brasil

 

..