Irã pode aceitar inspeções mais profundas da AIEA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de setembro de 2003 as 10:30, por: cdb

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Kamal Jarazi, afirmou este sábado que seu país pode aceitar em breve inspeções mais profundas de suas instalações por parte da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) se as atuais negociações acabarem com “toda ambigüidade”. “Com explicações e o fim das ambigüidades por parte da AIEA, o Irã assinará em um futuro próximo o protocolo adicional” ao Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), declarou Jarazi, citado pela agência oficial Irna.

O Irã está sendo pressionado pela comunidade internacional a assinar o protocolo adicional que permitiria à AIEA efetuar inspeções não programadas e minuciosas nas instalações nucleares do país, além de garantir que não está construindo a bomba atômica.

As suspeitas sobre a natureza do programa nuclear iraniano aumentaram nas últimas semanas. A AIEA descobriu no Irã traços de urânio enriquecido, material que não estava no inventário declarado por Teerã e que pode ser utilizado na fabricação da arma nuclear.

Jarazi também pediu ao Conselho de Governadores da AIEA a não ceder às pressões dos Estados Unidos na reunião da próxima segunda-feira sobre a questão nuclear iraniana.

A AIEA, organismo das Nações Unidas responsável pela fiscalização da proliferação de armas nucleares, está sendo pressionada pelo governo americano a enviar um relatório sobre a situação iraniana ao Conselho de Segurança da ONU para que o país árabe seja ameaçado com sanções.