Irã diz que vai disparar contra caças que invadirem seu espaço aéreo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de março de 2003 as 13:37, por: cdb

O Irã declarou nesta segunda-feira que caças norte-americanos e britânicos envolvidos na campanha militar contra o Iraque já violaram várias vezes seu espaço aéreo e disse que pode abrir fogo contra aviões invasores.

Mas o governo de Teerã minimizou a importância do fato de mísseis norte-americanos terem supostamente errado o alvo e caído em território iraniano, na semana passada, dizendo que tais incidentes eram conseqüência natural da guerra no país vizinho.

O vice-ministro do Interior, Aliasghar Ahmadi, afirmou que aviões que invadirem o espaço aéreo iraniano seriam advertidos.

“Mas se esses não derem atenção (às advertências), nossas tropas adotarão certamente medidas preventivas”, declarou à televisão estatal.

“Se for necessário, se eles não respeitarem os alertas, podem vir a enfrentar baterias antiaéreas iranianas”, reiterou. Mas “isso não significaria que estaríamos indo à guerra”.

Inimigo dos Estados Unidos e do presidente iraquiano Saddam Hussein, o Irã prometeu permanecer neutro no conflito.

Ahmadi acrescentou que o governo iraniano notificou embaixadores da Grã-Bretanha e da Suíça – seu canal de comunicação com os Estados Unidos, com o qual não mantém relações diplomáticas – das várias violações de espaço aéreo sobre o sudoeste iraniano, perto de onde as tropas da coalizão estão lutando para controlar cidades iraquianas.

As Forças Armadas norte-americana e britânica não comentaram de imediato as supostas violações do espaço aéreo iraniano desde o início da guerra contra o Iraque.