Ipem vai acompanhar medição de relógios de distribuidora de energia em bairros da capital e Baixada Fluminense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2012 as 10:34, por: cdb

Da Agência Brasil

 
Rio de Janeiro – Após o aumento das reclamações por parte dos moradores de bairros da zona norte da cidade do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense, o Instituto de Pesos e Medidas do estado (Ipem-RJ) começa na quarta-feira (14) uma medição paralela aos marcadores da Light, concessionária responsável pela distribuição de energia nessas regiões.

A iniciativa, a pedido da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), tem como objetivo esclarecer o aumento nos valores das contas de luz que, em alguns casos, chegaram a mais de 900%. Os testes vão começar pelo bairro Jardim América, onde se concentra o maior número de queixas. Os aparelhos do instituto vão periciar os relógios dos moradores que se sentiram lesados e registraram reclamação em algum órgão competente.

De acordo com a diretora do Ipem-RJ, Soraya Santos, se for comprovada a cobrança indevida pela Light, o cliente será ressarcido, mas, se for atestado que o valor cobrado estava correto, o proprietário vai pagar a diferença. “Quem entrou com reclamação pode ficar tranquilo, porque ele vai ter sua conta suspensa e terá de pagar o valor médio dos últimos três meses. Agora, é importante que o usuário saiba que vai pagar a diferença se a nova marcação confirmar a anterior”, explicou.

A Light divulgou nota alegando que “está sempre à disposição do cliente para prestar esclarecimentos e tirar dúvidas sobre a conta de energia” e que todos os casos encaminhados à companhia são analisados individualmente para verificar as reclamações.

 

Edição: Lílian Beraldo