INVERNO – Rinite alérgica atinge 30% dos brasileiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de junho de 2011 as 22:20, por: cdb

(BR Press*) – Entupimento nasal, coriza, espirros e coceira no nariz, garganta e olhos são os principais sintomas da rinite alérgica, uma das doenças alérgicas que mais atingem os brasileiros, especialmente com a chegada do inverno. Segundo informações da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI), cerca de 30% da população sofre de rinite alérgica, e aproximadamente 80% dos asmáticos também têm rinite.

Mais comum na infância, a rinite também pode levar a complicações como otites, sinusites, roncos, respiração bucal, e até a alterações na posição dos dentes.

Locais fechados

Segundo a dermatologista Kátia Lutfi, o inverno e o tempo mais seco diminuem as defesas e secreções das vias aéreas deixando-as mais vulneráveis aos alérgenos, que são todas as substâncias capazes de desencadear uma reação alérgica. Além disso, explica Kátia, as pessoas tendem a passar mais tempo em locais fechados e com maior aglomeração, o que facilita o contato com os agentes causadores das alergias.

O otorrinolaringologista Gabriel Massot, membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e da Sociedade de Otorrinolaringologia do Rio de Janeiro, alerta que as crises de rinite, por exemplo, podem piorar no inverno devido ao resfriamento do ar, que faz aumentar a secreção nasal, gerando um processo inflamatório.

Umidificadores

Nos casos de rinite, o especialista ainda desaconselha o uso de umidifadores de ar, que podem aumentar o processo inflamatório. “Durante a rinite há mais produção da secreção nasal. Se o umidificador for usado, pode piorar esse processo inflamatório. O aparelho deve usado quando há ressecamento da mucosa nasal, geralmente em lugares onde a umidade do ar é baixa”, ressalta.

Para evitar uma crise de alergia, o médico aconselha eliminar qualquer tipo de umidade, mofo, poeira, infiltrações em paredes ou chão do ambiente e ainda evitar carpetes, bichos de pelúcia e objetos que possam acumular poeira, se agasalhar bem, não pisar no chão frio e não tomar banho muito quente.

Com informações da Ayla Meireles Comunicação.