Internet liberada nas eleições é vitória da democracia, diz Temer

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 17 de setembro de 2009 as 11:32, por: cdb

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, afirmou nesta quinta-feira que a aprovação do uso livre da internet pelos candidatos nas eleições de 2010 é uma vitória da democracia. “Por isso, a Câmara imediatamente acolheu essa hipótese”.

Antes de participar do 12º Congresso Brasiliense de Direito Constitucional, ele destacou ainda uma “absoluta impossibilidade” de controle do uso da internet atualmente.

Sobre a rapidez com que foram votados os projetos na quarta-feira na Câmara, ele disse que, caso a votação não tivesse sido concluída, um pedido de urgência constitucional trancaria a pauta e o prazo para votação venceria. Assim as regras poderiam não valer para 2010.

– Houve alguns avanços que são satisfatórios para esse novo pleito eleitoral – afirmou, ao se referir aos projetos votados.

– As modificações foram examinadas ontem e os deputados entenderam que só deveria haver uma modificação básica e fundamental, que é a internet. Eliminou-se a restrição, o que eu penso que foi um grande avanço para a lei eleitoral – completou.

A respeito do impedimento de participação para candidatos com a chamada ficha suja, Temer declarou ser fundamental que apenas candidatos com ficha limpa participem, mas cobrou regras para o processo.

– Sou a favor do ficha limpa, mas aferida por critérios objetivos – afirmou.

Para o presidente da Câmara, há muita “subjetividade” quando a questão é debatida.