Internet brasileira bate recordes em março

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 11 de abril de 2002 as 16:01, por: cdb

A Internet brasileira bateu dois recordes em março: pela primeira vez, mais de 7 milhões de internautas acessaram a Web a partir de computadores residenciais e navegaram, em média, mais de 9 horas por mês. Os números foram divulgados hoje pelo Ibope eRatings, que começou a medir o uso da Internet no País em setembro de 2000. De acordo com o diretor de serviços de análises do instituto, Marcelo Coutinho, os recordes valem para o período da pesquisa. “Isso demonstra que a Internet está cada vez mais presente na vida das pessoas”, comenta.

Em março, os cerca de 7,2 milhões de brasileiros que acessaram a Internet a partir de suas residências passaram 9 horas e 1 minuto navegando na Web. O tempo médio de navegação no mês passado, segundo a pesquisa, é 9,25% superior à média de uso domiciliar da Internet em fevereiro e 19,9% maior que a registrada em março de 2001. Naqueles meses, os usuários navegaram, respectivamente, 8 horas e 13 minutos e 7 horas e 31 minutos.

A pesquisa revela ainda que os internautas brasileiros passam mais tempo conectados que os usuários de países como Inglaterra e Alemanha. Entre os alemães, a média de navegação a partir de residências em março foi de 8 horas e 40 minutos. Os ingleses, por sua vez, navegaram 6 horas e 27 minutos durante o mesmo período.

O número de internautas ativos – 7,222 milhões em março – no Brasil também superou o de países europeus, como Espanha e França. “Esse número é um bom indicador para um país que só privatizou seu sistema telefônico em 1997”, analisa Coutinho.

De acordo com a pesquisa do Ibope eRatings, o site da Casa dos Artistas no UOL (casa.uol.com.br) recebeu mais visitas que o do Big Brother Brasil (bbb.globo.br) ao longo do mês passado. O site do reality show do SBT recebeu cerca de 1,4 milhão de internautas, equivalente a 18,93% dos usuários ativos no período. Já o bbb.globo.br registrou 1,18 milhão de visitas, cerca de 7% dos usuários ativos.