Internet banda larga dispara no mundo, conclui ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 16 de setembro de 2003 as 11:21, por: cdb

A utilização da banda larga velocidade pelos usuários de Internet disparou no mundo no ano passado, conforme relatório divulgado nesta terça-feira pela União Internacional de Telecomunicações (UIT).

Em 2002, o número de assinantes do serviço de banda larga no mundo aumentou 72% e passou para 62 milhões, afirma o relatório desse organismo do sistema das Nações Unidas. A Coréia do Sul se destaca, com perto de 21 assinantes em cada 100 habitantes, seguido do território de Hong Kong, com 15 em cada 100, e do Canadá, com 11 em cada 100.

O documento destaca que “a maior parte da demanda de banda larga em todos os mercados é de particulares” e afirma que essa tecnologia “está acelerando a integração da Internet em nossa vida cotidiana”. Conforme a UIT, a banda larga significa também que a utilização da Internet seja mais acessível e em alguns mercados “chegue em ser até 111 vezes mais barata por megabyte e por segundo” que a linha telefônica convencional.

Ao contrário das linhas convencionais, a banda larga permite navegar na Internet e usar o telefone simultaneamente com a mesma conexão. Os usuários da banda larga podem acessar a Internet a uma velocidade “entre cinco e duas mil vezes mais rápida” que as linhas convencionais.

A UIT calcula que “um em cada dez usuários da Internet no mundo todo” tem banda larga, o que representa, por sua vez “5% do total dos que dispõem de uma linha de telefone fixa”. No final do ano passado os serviços de banda larga eram disponíveis em 82 dos cerca de duzentos Estados e territórios de todo o mundo.
No entanto, a UIT reconhece que “a imensa maioria dos usuários de banda larga reside nos Estados industrializados”, embora observando que esse tipo de serviço ficou “mais barato” em alguns países em desenvolvimento onde, em vez de instalar linhas telefônicas, recorreram à “tecnologia sem fio de banda larga”.

O relatório considera que a banda larga, por sua maior velocidade de transmissão e sua eficácia, e pela vantagem de ser mais rentável, abre novas perspectivas de uso tanto para o comércio eletrônico como para algumas gestões administrativas tais como a declaração de impostos, aprendizagem e o entretenimento. O perfil dos usuários é o de pessoas “jovens com alto nível de educação”.

O relatório da UIT antecede a realização, de 12 a 18 de outubro em Genebra, onde tem sua sede este organismo internacional, do Fórum Telecom World, do qual participarão representantes de muitos Governos e empresas privadas e no qual serão examinadas justamente as perspectivas para o setor da chamada banda larga.