Internacional diz que o Grêmio é favorecido

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de março de 2003 as 13:56, por: cdb

O Internacional segue bastante preocupado com uma suposta força política do Grêmio. Segundo a direção colorada, o tradicional rival estaria sendo favorecido em questões ocorridas fora do gramado, neste começo de 2003.

“Basta observarmos que o regulamento não está sendo cumprido como deveria, no tocante ao Grêmio. O estádio Olímpico deveria ter sido interditado, pois a direção gremista invadiu o gramado do Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul”, alertou o vice-presidente de futebol alvirrubro, Vitório Píffero.

“A regra é bastante clara e não deixa a menor dúvida a este respeito, mas pelo jeito não será observada”, acrescentou o dirigente.

Píffero reclama também da antecipação de alguns julgamentos conquistada pelo Tricolor. Tinga, Claudiomiro e Rodrigo Fabri poderão ser liberados para o clássico Gre-Nal apesar de não terem cumprido sequer a chamada suspensão automática – os três jogadores foram expulsos na última rodada do Campeonato Gaúcho.

“Todo mundo sabe que o atleta que recebe o cartão vermelho fica de fora, automaticamente, do próximo compromisso da sua equipe. Somente em relação ao Grêmio é que acontece de maneira diferente, e eles ainda reclamam de armação”, destacou o vice de futebol do Inter, visivelmente contrariado.

O Colorado e o Tricolor irão se enfrentar na tarde deste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela quinta rodada da primeira fase do Gauchão. Com uma vitória, o Internacional irá garantir matematicamente a sua classificação para a etapa seguinte da competição. O Grêmio, por sua vez, será eliminado com uma derrota ou até mesmo um empate.