Integrante do Massive Attack é preso por pedofilia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de fevereiro de 2003 as 14:35, por: cdb

Um membro da banda Massive Attack foi preso por suspeita de delitos ligados à pedofilia na Internet, anunciaram fontes da polícia.

Robert Del Naja, que nega as acusações, foi detido em sua cidade natal, Bristol, dentro da fase mais recente da Operação Ore, movimento nacional de repressão à pornografia infantil na Internet que vem sendo realizada na Grã-Bretanha há mais de um ano e que já levou a mais de 1.300 prisões.

Ele foi libertado mais tarde, após pagamento de fiança. A polícia apreendeu computadores e grande quantidade de drogas na batida feita de surpresa.

“Um homem de Bristol, na casa dos 30 anos, foi preso na terça-feira, 25 de fevereiro, por alegações de posse de drogas proibidas e de delitos ligados à pornografia na Internet”, disse um porta-voz da polícia na quinta-feira. “Ele foi solto sob fiança, no aguardo de novas investigações.”

O Massive Attack é conhecido principalmente por seu single de grande sucesso Unfinished Sympathy, do álbum “Blue Lines”, de 1991, elogiado pela crítica.

Del Naja, de 36 anos, desmentiu as acusações e disse ao jornal The Sun: “Nunca olhei pornografia infantil em minha vida.Estou cooperando plenamente com a polícia e peço a todos que não me julguem prematuramente. Tenho confiança total no sistema de justiça.”

Del Naja foi mencionado recentemente pela imprensa por ter participado de protestos contra a guerra e feito lobby junto ao governo contra a possível campanha militar contra o Iraque.