Inspetores-chefes da ONU chegam ao Iraque com mensagem de advertência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 19 de janeiro de 2003 as 13:36, por: cdb

Hans Blix e Mohamed ElBaradei, os dois homens encarregados de chefiar as inspeções de armas no Iraque, chegaram neste domingo a Bagdad, onde exigirão que Saddam Hussein demonstre claramente se tem programas ilícitos de armas ou se já se desarmou.

Blix, o inspetor-chefe das Nações Unidas, e ElBaradei, o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), devem manter conversações até a segunda-feira na sede do Ministério das Relações Exteriores.

Ao desembarcarem em Bagdad, ambos reiteraram sua mensagem o Governo iraquiano – as inspeções não são um prelúdio, mas uma alternativa para a guerra.

“O momento de nossa visita é muito importante, e gostaríamos de ver uma inspeção que funcione”, disse ElBaradei. “Para que isso aconteça ainda precisamos de muitas informações adicionais, e vamos ressaltar junto a nossos interlocutores iraquianos a importância de nos fornecer o maior número de informações, o maior número de documentos, o maior número possível de provas físicas”.

“Isso nos será de grande ajuda antes de submetermos o nosso relatório, nesta semana, ao Conselho de Segurança” da ONU, acrescentou.

Em Washington, o secretário da Defesa Donald Rumsfeld disse que a questão não é o que os inspetores estão encontrando, mas até que ponto o Governo iraquiano está cooperando.

“Os inspetores não podem encontrar coisas”, disse Rumsfeld. “Eles só podem inspecionar aquilo que lhes é mostrado”.

E o secretário norte-americano acrescentou que o Iraque, até agora, mostrou pouca cooperação.