Infraero afasta três funcionários

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 16 de maio de 2007 as 20:05, por: cdb

A Infraero afastou, nesta quarta-feira, três funcionários, incluindo o assessor da presidência, Tércio Ivan de Barros. Mariângela Russo e Roberto Spinelli Júnior, que trabalham no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, também são suspeitos de irregularidades na compra de um programa de computador.
 
A medida foi tomada por determinação do conselho de administração da empresa, a pedido da Controladoria Geral da União (CGU). Os afastamentos são resultado da sindicância aberta pela CGU para investigar a responsabilidade de dirigentes da Infraero em supostas irregularidades na compra de um programa de computador que iria gerenciar a comercialização de espaços publicitários nos aeroportos.

Os funcionários Wellington Moura, Márcia chaves e Fernando Brendaglia já estavam afastados pelo mesmo motivo.
 
Nota na íntegra:

“Infraero anuncia novos afastamentos

Por determinação do Conselho de Administração da empresa a pedido da CGU, a Infraero afastou de suas funções os funcionários Tércio Ivan de Barros (assessor da Presidência), Mariângela Russo e Roberto Spinelli Júnior (ambos atuando no Aeroporto de Guarulhos).

O afastamento foi feito com o fim de dar melhor andamento à sindicância sobre a compra do software FS3 para o controle da publicidade veiculada nos aeroportos, responsabilidade da Diretoria Comercial da Infraero.

A mesma medida atinge também os funcionários, já afastados, Wellington Moura, Márcia Chaves e Fernando Brendaglia.

Os nomes acima citados permanecem como funcionários da empresa, aguardando o fim da sindicância que vem sendo realizada pela CGU.”