Inflação perde velocidade e setores já apresentam deflação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008 as 12:04, por: cdb

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) encerrou o mês de janeiro com alta de 0,52%, taxa inferior a dezembro último (0,82%) e a janeiro do ano passado (0,66%). O levantamento, feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e divulgado nesta quinta-feira, mostra gradativa desaceleração desde o fechamento de dezembro último.

O resultado ficou abaixo do que era previsto pelo coordenador da pesquisa, Márcio Nakane. Ele calculava algo em torno de 0,62%. Analistas consultados pelo Banco Central também previam uma taxa de 0,63%, segundo a mediana e a média de 100 prognósticos.

Dos sete grupos pesquisados, dois apresentavam deflação: habitação com (-0,01%) e vestuário (-0,85%). Neste último caso, o motivo foi a antecipação das liquidações de verão. Os alimentos que têm forte peso sobre o índice tiveram alta de 1,04% ante 2,02% de dezembro último. A maior alta foi constatada no grupo educação (4,39%) ante (0,10%), em dezembro passado.

Os demais grupos apresentaram as seguintes variações: Transportes (0,29%); Despesas Pessoais (0,80%) e Saúde (0,36%).