Inflação em São Paulo despenca em fevereiro, aponta Dieese

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2012 as 08:46, por: cdb

Inflação em São Paulo despenca em fevereiro, aponta Dieese

ICV passou de 1,32% para 0,13%. Em 12 meses, a exemplo do que aconteceu com o IPCA, também ficou abaixo de 6%

Por: Vitor Nuzzi, Rede Brasil Atual

Publicado em 09/03/2012, 11:42

Última atualização às 11:42

Tweet

São Paulo – A inflação no município de São Paulo, medida pelo Índice do Custo de Vida (ICV) do Dieese, teve forte recuo em fevereiro, atingindo 0,13%, ante 1,32% no mês anterior e 0,41% em fevereiro do ano passado. Em 12 meses, o ICV atinge 5,83%, com taxas maiores à medida que a renda aumenta: 4,98% para o estrato 1, 5,07% para o estrato 2 e 6,32% para o 3. Com o resultado de fevereiro, o índice acumulado deixou a faixa dos 6% – em janeiro, chegava a 6,12% –, a exemplo do que aconteceu com o IPCA, também divulgado hoje (9) pelo IBGE.

Alimentação (-0,16%) e Transporte (-0,26%) puxaram o índice para baixo em fevereiro, contribuindo com -0,09 ponto percentual no resultado, enquanto o grupo Saúde teve alta de 1,40% e foi responsável por 0,19 ponto.

No primeiro bimestre do ano, a taxa foi de 1,45%, também com aumento conforme cresce o poder aquisito das famílias: 0,94% (estrato 1), 1,02% (estrato 2) e 1,76% (estrato 3). Acima da média no período, ficaram os grupos Educação e Leitura (7,22%),  Saúde (2,36%),  Despesas Diversas (2,09%) e  Habitação (1,99%). Três grupos tiveram taxas menores: Despesas Pessoais (1,32%), Alimentação (0,44%) e Recreação (0,29%). E outros outros três registram deflação:  Vestuário (-0,26%),  Equipamentos Domésticos (-0,32%) e Transporte (-0,42%). 

Dos dez grupos que compõem o ICV, três mostraram taxas acima de 5,83% em 12 meses: Saúde (8,76%), Educação e Leitura (8,20%) e Alimentação (6,38%).