Inflação dos preços gerais da economia dá um salto em janeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 as 09:05, por: cdb

A inflação ao consumidor brasileiro aumentou em janeiro para o maior patamar desde maio de 2008, pressionada por maiores preços de alimentos em meio ao clima quente e chuvoso típico do período e ao reajuste da tarifa de ônibus em São Paulo e em Salvador.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,75%o em janeiro, ante alta de 0,37% em dezembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Analistas previam uma taxa de 0,70 % para janeiro, segundo a mediana de 31 estimativas que ficaram de 0,60 a 0,76 %.

A tarifa de ônibus urbano saltou 3,90 %, sendo a maior contribuição individual para o índice do mês, de 0,14 ponto percentual. Assim, os preços do grupo Transportes aceleraram a alta para 1,45% em janeiro, contra 0,78 %o em dezembro, contribuindo com 0,28 ponto percentual para o IPCA, a maior do mês.

Outra pressão nesse segmento veio dos combustíveis, com avanço de 11,09% do álcool, que influenciou um aumento de 1,33% da gasolina.

Os preços do grupo Alimentação aumentaram 1,13 % em janeiro, contra avanço de 0,24 % em dezembro.

– Com esse resultado, o grupo apresentou uma contribuição de 0,25 ponto percentual e foi responsável por um terço do IPCA do mês –, afirmou o IBGE em nota.

Os produtos in natura estão tendo suas colheitas prejudicadas pelas chuvas e pelo forte calor típicos desta época do ano.

As maiores elevações nesse grupo em janeiro foram de cenoura, batata inglesa, açúcar cristal e hortaliças.

O IPCA acumulou alta de 4,59% em 12 meses até janeiro, superando o centro da meta de inflação do ano, de 4,5 %, pela primeira vez desde junho de 2009.