Incêndio destrói 25 mil hectares de floresta na Austrália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de setembro de 2003 as 01:00, por: cdb

Cerca de 30 focos de incêndio arrasaram mais de 25 mil hectares de floresta este fim de semana no litoral norte do estado de Nova Gales do Sul, leste da Austrália. As autoridades ainda não conseguiram controlar o fogo.

– Os incêndios não ameaçam prédio, nem casas, mas ardem em lugares remotos e são avivados por ventos de 40 a 60 quilômetros por hora. Por isso, podem se prolongar por vários dias – disse Meeka Bailey, porta-voz do Serviço Rural dos Bombeiros.

Bailey acrescentou que pelo menos 300 voluntários dos Serviços de Parques Naturais vão pôr em andamento estratégias de proteção da propriedade, além de realizar vôos de reconhecimento para determinar o local exato dos fogos.

Neste último fim de semana, no qual o fogo avançou por grandes áreas de floresta e parques naturais, o vento soprou a mais de 70 quilômetros por hora e impediu qualquer tipo de atividade aérea. Outros incêndios de menor intensidade também ardem ao sul, nas áreas montanhosas contíguas às localidades de Cessnock e Newcastle, ao norte de Sydney.

Conforme os especialistas, estes incêndios florestais mostram que o verão, que começa em dezembro, pode ser tão catastrófico como o do ano passado, quando o fogo destruiu mais de três milhões de hectares de florestas, números sem precedentes na história do país.

A maioria das áreas incendiadas foi nos estados de Nova Gales do Sul e no território da capital australiana, com quase 1,6 milhão de hectares de floresta queimados, enquanto que na vizinha Victoria foram perdidos 1,3 milhão de hectares.