IGP-M acelera alta a 0,98% em março, informa a FGV

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de março de 2015 as 16:57, por: cdb
IGP-M
A FGV informou ainda que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,36%

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou alta de 0,98% em março, ante avanço de 0,27% em fevereiro, em meio à retomada da alta dos preços no atacado e da aceleração no varejo.

O resultado ficou acima da expectativa em pesquisa da agência ingelesa de notícias Reuters, cuja mediana apontava alta mensal de 0,91%.
A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta segunda-feira que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, avançou 0,92%, após variação negativa de 0,09% no mês anterior.

No IPA, os produtos agropecuários passaram a subir 2,47% em março, após registrarem queda de 0,06% no mês anterior. Entre as maiores influências positivas, a soja em grão registrou avanço de 8,30%, contra recuo de 6,39% em fevereiro.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30 % no IGP-M, subiu 1,42% neste mês, contra alta de 1,14% em fevereiro.

Nos preços ao consumidor, a principal contribuição para o resultado partiu do grupo Habitação, cuja alta acelerou a 2,93%, ante 1,19%. Nesta classe de despesa, destacou-se o item tarifa de eletricidade residencial, com alta de 16,84% após 3,68% em fevereiro.

A FGV informou ainda que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,36%, após avanço de 0,50% em fevereiro.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.