IBGE constata queda no trabalho infantil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de setembro de 2004 as 10:49, por: cdb

Em 2003, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE, divulgada hoje, detectou uma redução, em relação a 2002, de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade ocupadas no Brasil, com um total de 5,1 milhões. Destes, 209 mil tinham de 5 a 9 anos e 1,7 milhão tinham de 10 a 14 anos, enquanto 3,2 milhões tinha de 15 a 17 anos.

Em 2002, os percentuais de ocupados nos grupos etários entre 5 e 9 anos, entre 10 e 14 anos e entre 15 e 17 anos, eram 1,7%, 11,3% e 31,8%, respectivamente, e caíram para 1,3%, 10,4% e 30,3%, em 2003. Manteve-se a tendência de queda detectada desde 93, quando aqueles percentuais eram 3,2%, 19,6% e 46,0%, respectivamente.

A atividade agrícola concentrava a maior parte desse contingente: 74,6% das crianças com entre 5 e 9 anos, 58,0% das com entre 10 e 14 anos e 33,4% dos adolescentes com entre 15 e 17 anos. Esse último percentual foi é superior ao dos ocupados com 18 ou mais anos de idade (19,3%) na mesma atividade.