Hungria se nega a fechar embaixada iraquiana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de março de 2003 as 18:58, por: cdb

O Governo da Hungria rejeitou o pedido feito pelos Estados Unidos a 60 países para que os diplomatas iraquianos fossem expulsos e as legações do Iraque, fechadas, informou neste sábado, o ministro das Relações Exteriores, Laszlo Kovács.

O ministro disse que “após analisar a mensagem de Washington, o Governo húngaro decidiu não cumprir a solicitação (…) porque não estamos em pé de guerra com o Iraque”.

Kovács afirmou que “a Hungria não declarou a guerra ao Iraque, por isso, conforme os acordos internacionais, (…) não vê a necessidade de expulsar diplomatas iraquianos”.

O chefe da diplomacia húngara lembrou que há poucos dias seu Governo ordenou a expulsão de dois diplomatas iraquianos acusados de terem realizado “atividades impróprias de um diplomata”.