Humala garante que Peru nunca mais sofrerá ocupacão estrangeira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de agosto de 2011 as 07:10, por: cdb

O presidente do Peru, Ollanta Humala, declarou que seu país “nunca mais” voltará a ser ocupado por nações estrangeiras, durante a cerimônia de celebração do 82° aniversário da reincorporação da região de Tacna, que passou 50 anos sob domínio chileno.

O mandatário disse, durante o ato realizado na tarde de ontem, que a dominação por parte de outros países – nunca mais voltará a acontecer em nossa pátria.

Ele também expressou sua vontade de criar – uma grande aliança estratégica econômica que possibilite o desenvolvimento dos povos do sul (do país, como) Puno, Arequipa, Cusco, Apurímac, Huancavelica, Madre de Dios, Moquegua e Tacna.

Humala, um comandante do Exército aposentado, recordou um levante que liderou na região há cerca de 11 anos, durante a gestão de Alberto Fujimori (1990-2000), ocasião em que “toda a população” tacnense o apoiou.

O mandatário disse ter ouvido reclamações dos cidadãos locais e garantiu que irá fazer “um esforço” para cumprí-las.

– Vamos trabalhar de mãos dadas pelo desenvolvimento de Tacna e toda sua ligação com o povo irmão da Bolívia por meio da [Rodovia] Interoceânica, para criar um circuito econômico, concluiu.

O Chile ocupou o estado de Tacna, localizado na fronteira sul do Peru, por aproximadamente 50 anos, desde maio de 1880 até a Guerra do Pacífico (1879-1883), quando os chilenos enfrentaram peruanos e bolivianos. O Peru perdeu a região de Tarapacá após o confronto, enquanto a Bolívia perdeu sua saída ao mar.