Horário de verão terá redução da demanda de energia em 98 MW

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 17 de outubro de 2009 as 10:50, por: cdb

A Elektro espera reduzir em 98 MW a demanda por energia no horário de ponta (período de máxima utilização do sistema elétrico e que compreende as primeiras horas do anoitecer) durante a 39ª edição do horário de verão (2009-2010), que terá início à 0h deste domingo e terminará à 0h do dia 21 de fevereiro de 2010. A economia é equivalente ao dobro da demanda máxima do município de Guarujá.

Para a área de concessão da Elektro, a expectativa é que com a entrada do horário de verão o consumo total diminua 0,55%. Esta economia permite atender, por exemplo, o município de Itanhaém por 56 dias.

O horário de verão é implantado nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e Sul do país e o principal objetivo é reduzir o pico de demanda do sistema elétrico brasileiro por meio do aproveitamento da luminosidade natural que incidi nessas regiões entre os meses de setembro e março.

A conjunção de alguns fatores, como a mudança de comportamento dos consumidores, o término do expediente de trabalho ainda com luz natural, associado ao início da utilização da iluminação pública um pouco mais tarde, acarreta em uma queda do consumo de energia no horário de pico.

Essa redução reflete em todo o sistema elétrico brasileiro, proporcionando uma melhoria na qualidade e na segurança operacional do sistema, e isso é especialmente importante para as cidades litorâneas, onde a alta temporada causa aumentos significativos no consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta.