Homem morre depois de sofrer queimaduras em delegacia no RS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 8 de setembro de 2003 as 01:48, por: cdb

Luís Carlos Martins Rodrigues, 29 anos, morreu depois de sofrer queimaduras de segundo e terceiro graus no tronco, nos braços, na cabeça e nas vias respiratórias, em uma cela da 19ª Delegacia da Polícia Civil, na zona leste de Porto Alegre.

Luís Carlos era auxiliar de serviços gerais. O incêndio que aconteceu às 21h45min, do último domingo. As causas do incidente ainda são desconhecidas. A Corregedoria-geral da Polícia Civil investiga o caso.
Policiais civis e militares afirmaram que, antes de ser preso, Rodrigues teria espancado a própria mulher, Laís Santos de Oliveira, 25 anos, e o filho Tiago, quatro anos, na Travessa 25 de Julho, no Morro da Cruz.
 
Apesar de viciado em crack e com passagens anteriores pela polícia, familiares duvidavam da hipótese de suicídio.