Homem é torturado e vai à delegacia logo em seguida

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de agosto de 2004 as 10:27, por: cdb

Um homem foi julgado, espancado e queimado por traficantes do Morro Santo Amaro, na Glória, Centro, e depois procurou a 9ª DP (Catete), onde chegou, por volta das 20h de segunda-feira, completamente nu, com marcas de espancamento e com 80% do corpo queimado.
 
Aos gritos, o homem entrou na delegacia pedindo socorro e contou que foi acusado de mostrar as genitálias na comunidade, o que, segundo ele, não é verdade. Alessandro da Cruz Jesus, 28 anos, como se identificou, disse que foi confundido com outro homem. Ele foi socorrido por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, onde ficou internado.

As agressões, segundo ainda a vítima, foram praticadas por bandidos que atendiam as ordens do chefe do tráfico de drogas do Morro Santo Amaro, cujo nome ele não soube dizer. Muito debilitado, Alessandro tentou passar a informação de que as agressões tiveram a participação de um homem branco ou de um homem identificado pelo apelido de Branco. Os médicos que atenderam Alessandro adiantaram para os policiais da delegacia do Catete, que o estado da vítima é grave e que ela corre sério risco de vida.