Homem ameaça atear fogo ao próprio corpo em vôo da Gol

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 12 de novembro de 2002 as 15:55, por: cdb

O vendedor ambulante Clodovel Dantas Lacerda, de 56 anos, ameaçou atear fogo a seu próprio corpo dentro de um avião da Gol, que ia de Cuiabá para Campo Grande na madrugada desta terça-feira, na tentativa de desviar a rota e sobrevoar o Congresso Nacional, em Brasília.

Lacerda, que embarcou no avião com uma garrafa de dois litros cheia de gasolina e dois isqueiros, foi dominado pelos comissários de bordo e preso em flagrante depois que o avião pousou em Campo Grande.

O objetivo do vendedor de “espetinhos”, segundo um assessor da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Campo Grande, era chamar atenção para o que definiu como sua “triste situação de trabalhador sem aposentadoria”.

“A confusão foi a bordo. Ele queria invadir a cabine do piloto e desviar a rota”, contou o assessor Francisco Morais. De acordo com ele, o aposentado deverá pegar entre 2 e 5 anos de prisão pelo incidente.

Segundo a Gol, a confusão dentro da aeronave começou por volta das 4h30, no vôo 1701.

“O passageiro causou tumulto a bordo, dizendo que iria atear fogo em si mesmo durante o vôo, sendo imediatamente rendido pelos comissários de bordo, ficando imobilizado na aeronave até o pouso e posterior entrega às autoridades federais no aeroporto de Campo Grande”, informou a companhia.

Assessores disseram que, durante o confronto, cerca de um litro de gasolina foi derramado dentro do avião.

O assessor da Polícia Federal não soube explicar como o passageiro conseguiu burlar a segurança e entrar com a gasolina na aeronave, mas informou que as investigações já começaram e serão focadas no aeroporto de Cuiabá, em Mato Grosso.