Guilherme de Pádua terá que indenizar Glória Perez

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de dezembro de 2003 as 13:54, por: cdb

O ex-ator Guilherme de Pádua e a Escriba Editora Multímidia de Artes Gráficas foram condenados a pagar uma indenização de cerca de R$ 4,6 milhões a escritora Glória Perez, determina a 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, em decisão anunciada pelo desembargador Luiz Zveiter.


A decisão visa indenizar Gloria pelo período em que o ator deixou de cumprir uma decisão sobre a proibição de publicar e circular um livro a respeito da atriz, e filha de Glória, Daniela Perez, A História que o Brasil Desconhece.

Guilherme, que foi condenado a 19 anos de prisão pelo assassinato de Daniela, escreveu o livro para contar o seu lado da história. Depois que saiu da prisão, o ator decidiu publicar a obra. Glória recorreu à Justiça e conseguiu impedir a publicação e a circulação do livro “que denegria a imagem e a honra da falecida filha da Autora”, afirma o parecer.

Na ocasião do lançamento de A História que o Brasil Desconhece, a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais foi oficiada para fazer a apreensão do material porque a ator deixou de cumprir a decisão da justiça. O valor da multa diária foi fixado em R$ 20 mil, sendo que o período de descumprimento de obrigação de não fazer foi fixado entre 20/8/95 a 9/4/96.