Guga mantém escrita e perde no Aberto da Austrália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 16 de janeiro de 2003 as 12:33, por: cdb

O brasileiro Gustavo Kuerten bem que tentou, mas não conseguiu quebrar o tabu de passar para a terceira rodada do Aberto da Austrália ao ser eliminado pelo checo Radek Stepanek por 3 sets a 2, em três horas e 47 minutos de jogo.

Guga, trigésimo cabeça-de-chave e que participava pela sétima vez do Aberto da Austrália, perdeu com parciais de 5-7, 6-3, 7-5, 4-6 e 3-6.
Esse foi o segundo confronto entre Guga e Stepanek, 69º colocado no ranking mundial e 42º na Corrida dos Campeões.

No jogo anterior entre os dois, no Masters Series de Paris, disputado em quadras de carpete cobertas, Stepanek venceu por 4-6, 6-3 e 7-6.

Com a derrota, Guga interrompe a série de vitórias que estava marcando sua atuação na atual temporada, onde venceu seis jogos consecutivos.

O próximo adversário de Stepanek será o vencedor do jogo entre os australianos Lleyton Hewitt, primeiro cabeça-de-chave, e Todd Larkham.

O jogo passo a passo
Apesar de o checo ter errado menos no jogo, quem começou melhor foi Gustavo Kuerten, que quebrou o serviço adversário logo no primeiro game.

Stepanek, no entanto, devolveu a quebra em seguida. Mas, no 11º game, em um erro do checo, Guga fez 7/5 em 36 minutos.

No set seguinte, Guga passou a ter dificuldade em confirmar os seus serviços e desperdiçou chances de quebra. O brasileiro teve três oportunidades e não aproveitou nenhuma.

Já o checo, em outras três chances, quebrou o serviço de Guga no oitavo game, bastando confirmar na seqüência para fazer 6/3, também em 36 minutos.

No terceiro set, os dois tenistas seguiram confirmando seus serviços e Guga chegou a ter o set point no 11º game, no saque de Stepanek.

O checo, com um jogo muito consistente, se salvou e ainda aplicou uma quebra em seguida.

Depois, bastou ao adversário confirmar o saque para fechar em 7/5. O set, que foi o mais longo da disputa, durou 54 minutos.

No quarto set, o checo deu as primeiras brechas para Guga. Após salvar três break points no terceiro game, o brasileiro adquiriu confiança para impedir que o checo confirmasse em seguida, e abriu 3 a 1.

A vantagem não durou muito, pois Stepanek devolveu a quebra no sétimo game e encostou: 4/3.

As dificuldades em quadra cresciam para Guga, até que a sorte resolveu aparecer.

O checo cometeu uma dupla falta no 10º game e cedeu o set point. Dessa vez, Guga não desperdiçou e marcou 6/4 após 52 minutos de batalha.

Na última e decisiva série, Guga chegou a ter dois break points no sexto game, mas não aproveitou.

Na seqüência, o checo quebrou o saque brasileiro e passou na frente: 4/3.

Stepanek novamente impediu Guga de confirmar, no nono game, fazendo 6/3 e avançando à terceira rodada da competição. O quinto set foi disputado em 49 minutos.

Com a abreviação de sua participação no Aberto da Austrália, Guga terá agora mais tempo para se preparar para a Copa Davis, em que o Brasil enfrentará a Suécia, a partir de 3 de fevereiro, na cidade sueca de Helsinborg.