Guatemala declara emergência por causa de incêndios florestais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de março de 2003 as 15:29, por: cdb

O governo da Guatemala declarou “emergência nacional” por causa dos incêndios que devastam florestas e pastagens em várias regiões do país, informou nesta terça-feira, um ambientalista.

A medida, que durará 30 dias e pode ser prorrogada, foi adotada na última segunda-feira pelo presidente Alfonso Portillo a pedido da Secretaria de Coordenação Executiva da Presidência, informou uma fonte do Conselho Nacional de Áreas Protegidas (Conap).

O acordo sobre a “emergência nacional” deve ser publicado na próxima quarta-feira no “Diário da América Central” (oficial), acrescentou o ambientalista.

A medida solicitará ajuda ao México e aos Estados Unidos caso a situação se agrave.

No decorrer de 2003, foram registrados na Guatemala mais de 140 incêndios que atingiram cerca de 2.000 hectares de florestas e pastagens.

Fontes do Sistema de Prevenção e Controle de Incêndios Florestais (Sipecif) disseram essa terça-feira à imprensa que as chuvas que caíram no fim de semana passado no país contribuíram para sufocar vários incêndios, sobretudo no norte, no departamento (estado) de Petén, fronteira com o México e Belize.

A porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), Luz Emilia González, informou que desde a semana passada foi declarada “emergência” em Petén devido aos diversos incêndios florestais.

Depois das chuvas do fim de semana passado, 44 dos 85 incêndios ocorridos em Petén, considerado como um dos últimos pulmões ambientais da América, continuam ativos.

Lideradas pela Conred, várias organizações integraram brigadas para combater os incêndios na Guatemala junto com os bombeiros.