Grupo judeu assume atentado a escola palestina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de abril de 2003 as 13:13, por: cdb

Uma explosão numa escola da Cisjordânia deixou pelo menos 29 estudantes feridos nesta quarta-feira, informou a polícia palestina. Pelo menos quatro alunos estão em condições graves de saúde.

Um grupo extremista judaico autodenominado “Vingadores das Crianças” assumiu a autoria do atentado, informou a polícia israelense, que investiga a veracidade da reivindicação.

“Ainda não temos evidências que sustentem essa alegação”, garantiram os policiais israelenses.

Um dos estudantes da escola em Jaba, uma aldeia nos arredores de Jenin, no extremo norte da Cisjordânia, brincava com o artefato explosivo antes da explosão. A criança encontrou o artefato na rua e o levou para dentro da sala de aula, relatou Haider Ershade, prefeito de Jenin.

O Exército de Israel não mantinha soldados na área no momento, mas os soldados têm o hábito de promover buscas por militantes na aldeia.

A polícia palestina analisou os estilhaços encontrados no local do incidente e concluiu que o explosivo era de fabricação israelense, denunciou Ershade. Segundo ele, letras do alfabeto hebraico foram encontradas no artefato.