Grife Martinica apresenta nova coleção no Barra Fashion Bahia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de agosto de 2004 as 17:53, por: cdb

A grife Martinica, com vinte anos de mercado, apresenta nesta segunda-feira à noite sua nova coleção na passarela da oitava edição do Barra Fashion Bahia, em Salvador. A Martinica celebra vinte anos de praia desbravando novos mares. As empresárias Cassinha Duarte e Rosana Tosto foram buscar na arte conceitual de dois jovens estilistas Otávio Sampaio e Roney George a ousadia e irreverência que resultaram na coleção “Cordel do Sol, da Flor e da Lua”.

Essa união do mar com esses “cabras do sertão” pode ser vista na passarela da 8ª edição do Barra Fashion Bahia, quando os modelos e convidados especiais desfilarão 60 looks com stylist assinado pela talentosa Tininha Viana. O tema escolhido para estampar os biquínis, maiôs, sungas, cangas, saídas, batinhas, camisetas, shorts e acessórios foram as xilogravuras da literatura de cordel.

A estética popular pode ser vista nas cores fortes, quentes e chapadas, tendo como base o vermelho, o amarelo e o azul. Entre os ícones que ilustram os cordéis estão bichos, cangaceiros, ex-votos, sol, lua, flores, anjinhos, todos marcados pela criatividade de formas presentes no gênero.

– O cordel tem uma coisa muito lúdica e permissiva. Isso nos deu uma grande possibilidade de fazer algo irreverente, de criar em cima das cores e misturar sertão e praia, o que é inusitado. Mas antes de tudo, a escolha desse tema é fruto do nosso amor pelo Nordeste e pela moda – explica Otávio Sampaio.
 
Além dos biquínis, maiôs, sungas e acessórios, as roupas que compõem a linha moda praia chamam a atenção pela riqueza de detalhes. São vestidos, blusinhas, saias, camisetas que trazem babadinhos, lacinhos, bordados com fitas, com linhas, canutilhos e paetês aplicados à mão no contorno de figuras, biquinhos, flores e cortes assimétricos, que valorizam a silhueta feminina.

As modelagens como sempre estão bem democráticas e têm de tudo um pouco: maiôs cavados, biquíni cortininha para garantir o bronzeado sensual, biquíni transpassado para as mais fashions e suquíni para as recatadas.

– A idéia central da marca é desenvolver um produto de moda original que tenha a identidade como tendência, com corte e modelagem pensando em todas as variações do corpo da mulher brasileira – diz Roney George. -A coleção está bem romântica, ingênua, sensual, leve e fresca – complementa Sampaio.
 
20 anos de moda

A marca foi fundada pelas irmãs Cassinha Duarte e Rosana Tosto em 1983. Elas começaram a fazer biquínis de tecido na época em que a lycra não era utilizada em larga escala.

– A gente ia muito para a praia e sentíamos a dificuldade de encontrar biquínis fora da época do Verão – conta Rosana Tosto.

A produção das peças começou em um dos quartos da casa da mãe delas. A empresa ainda não tinha nome quando a empresária Cassinha Duarte viajou para o Caribe e, quando voltou batizou o empreendimento com o nome de Martinica por ter sido a ilha que mais a encantou.

De lá para cá se passaram 21 anos. A Martinica cresceu e hoje possui quatro lojas na cidade, sendo uma presença marcante no segmento. Participa do Barra Fashion Bahia há três edições e é considerada a única marca baiana de moda praia & fitness a marcar presença no evento. As peças da Martinica ganharam o mundo. São exportadas para países, como Portugal, Espanha, Itália, França, Chile, Venezuela, Angola e Estados Unidos e Havaí.
 
A inspiração para a criação das peças a cada estação é da estilista Rosana Tosto que atribui o sucesso da marca à atenção as opiniões dos clientes.

– Meu trabalho é adaptar o que o cliente está querendo com o que a tendência da moda. A grande evolução da marca está no fato de sempre procurarmos ouvir nossos clientes – diz Rosana.

E foi pensando no público fiel à marca que elas adotaram uma modelagem muito democrática. É possível, por exemplo, escolher peças de biq