Greve dos operários do Mineirão denuncia baixos salários e condições precárias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de junho de 2011 as 01:14, por: cdb

(1’08” / 264 Kb)  – Os trabalhadores das obras de reforma do estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), iniciam greve nesta quarta-feira (15). Os operários pedem aumento nos salários e melhores condições de trabalho. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção de BH e Região, que coordena o protesto, no canteiro de obras falta água, banheiro, entre outras condições básicas de infraestrutura. O Mineirão está sendo reformado para a Copa do Mundo de 2014.

O salário atual dos operários é de R$ 926 para os oficias e R$ 605 para os serventes. Eles pedem aumento para R$ 1.250 e R$ 850, respectivamente. Outras demandas são o aumento dos atuais 60% para 100% por hora extra e cesta básica de 35 Kg.

Segundo informações do Sindicato, o consórcio Minas Arena – responsável pela obra do Mineirão – declarou que dará uma resposta às reivindicações dos operários até esta quinta-feira (16). Os grevistas realizarão uma assembleia no mesmo dia para avaliar a contraproposta da empresa e a continuidade da greve.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

15/06/11