Gravação leva Roriz ao processo de impeachment

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de outubro de 2002 as 12:21, por: cdb

A bancada de oposição da Câmara Legislativa do Distrito Federal entrou com um pedido de impeachment do atual governador e candidato à reeleição, Joaquim Roriz (PMDB). Os deputados distritais alegam que Roriz cometeu crime de responsabilidade e tem como base uma conversa por telefone entre o governador e Pedro Passos – candidato do PSD à uma das cadeiras da mesma Casa -, gravada com autorização da Justiça pela Polícia Federal.
Em um dos telefonemas registrados pela PF, Passos liga para a residência do governador e pede que uma determinada área por ele invadida não seja devidamente fiscalizada. Roriz responde afirmando que administrará o problema. Na mesma ligação, o candidato ao cargo de deputado distrital – que teve a prisão decretada por parcelamento irregular de terras em 11 de setembro, se entregou no dia 21, mas foi liberado com base na legislação eleitoral – revela que Eri Varella, presidente da Terracap, recebera lotes como suborno para fechar os olhos à invasão.