GP de Silverstone está fora do esboço para 2005

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de setembro de 2004 as 15:30, por: cdb

O Grande Prêmio da Grã-Bretanha, a mais tradicional prova da Fórmula 1, está fora do calendário provisório para a temporada de 2005.

A confirmação será no dia 13 de outubro e, caso a prova inglesa seja excluída, será a primeira vez na história da Fórmula 1 que o país ficará sem um Grande Prêmio.

Para evitar que isto aconteça, o Clube de Pilotos de Corrida Britânico (BRDC), presidido pelo ex-piloto Jack Stewart, terá que pagar 8,9 milhões de libras, cerca de R$ 44,5 milhões, à FIA. Decisão que Stewart considerou um desastre, já que o governo britânico não tem investido na realização do Grande Prêmio.

“Mesmo sendo um pouco tarde, nós pediremos ao Sr. Ecclestone e ao governo britânico para repensarem a decisão e ver se é possível manter o Grande Prêmio pela importância que ele tem para a indústria, o esporte e para o país como um todo. O que eu sei é que o BRDC não tem dinheiro para pagar esse valor”, disse Stewart, tricampeão de Fórmula 1.

Segundo o presidente do BRDC, o prejuízo calculado na economia local com a não-realização do Grande Prêmio de Silverstone é de 30 milhões de libras, aproximadamente R$ 150 milhões, por ano.