Governo peruano convoca embaixador em Cuba após críticas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 18 de abril de 2003 as 15:52, por: cdb

O governo peruano convocou seu embaixador em Cuba para consultas depois que Havana criticou duramente as nações que apoiaram uma resolução da ONU exigindo que a ilha aceite uma investigação sobre supostas violações de direitos humanos. Cuba classificou o Peru e três outros países de “lacaios repugnantes”.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores disse que o embaixador peruano em Cuba, Juan Alvarez, chegaria em Lima no fim de semana. O governo peruano também disse que vai chamar o embaixador cubano em Lima para explicar os comentários.

Em uma entrevista ao jornal El Comercio nesta sexta-feira, o ministro das Relações Exteriores, Allan Wagner, disse: “Isso é um sinal da nossa preocupação com a situação que esses comentários ofensivos de uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores cubano criou”.

“Eu espero que o governo cubano tome as medidas para manter nossas relações como elas são, com a cooperação em vários níveis e umas poucas diferenças sobre a situação de direitos humanos por lá”, disse Wagner.

Na última quinta-feira (17), a Comissão de Direitos Humanos da ONU aprovou uma resolução apresentada pelo Peru, Nicarágua, Costa Rica e Uruguai, exigindo que Cuba aceite uma decisão da comissão no ano passado para que um enviado de direitos humanos da ONU visite a ilha.