Governo e supermercados se unem para aumentar venda de peixe

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 13 de setembro de 2004 as 19:22, por: cdb

Com objetivo de aumentar a venda de pescado nos supermercados, um protocolo de intenções foi assinado nesta segunda-feira pelo ministro-chefe da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, José Fritsch, e o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Carlos de Oliveira.

O ministro lembrou que o acordo com o setor acontece pelo segundo ano consecutivo dentro da Semana do Peixe, que faz parte da Campanha Nacional de Incentivo ao Consumo de Pescados e já criou uma nova dinâmica na venda do produto no Brasil: além de peixe fresco, os supermercados também vendem o produto congelado e pré-preparado para o consumo.

Fritsch informou que, em comparação com o ano passado, é possível verificar o crescimento da presença do pescado no setor.

– O ano passado foi sucesso e este ano já há algumas associações estaduais de supermercados que não querem só uma semana para a venda do peixe.

O ministro disse que está sendo elaborado um convênio com a Escola Nacional de Supermercados para preparar os vendedores de peixe dos supermercados. A idéia é que eles possam explicar ao consumidor as melhores formas de preparo para cada tipo de pescado que esteja à venda.

O presidente da Abras defendeu o aumento de uma semana para uma quinzena do período de estímulo ao crescimento das vendas porque ainda há muitos pequenos supermercados que, embora ainda não tenham espaço de peixaria para vender peixe fresco, têm para a venda de pescado congelado.

Segundo o presidente da Abras, hoje nos supermercados, as vendas giram em torno de 1% do total bruto do setor, mas ele acredita que nos próximos dois anos é possível dobrar o volume de vendas.