Governo do Rio vai custear despesas do tratamento da estudante baleada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de maio de 2003 as 17:12, por: cdb

A Secretaria Estadual de Saúde vai custear as despesas de internação e tratamento da estudante Luciana Gonçalves Novaes, baleada na última segunda-feira (5) por traficantes do Morro do Turano, no campus da Universidade Estácio de Sá, no Rio Comprido, zona norte do Rio.

A determinação é da governadora Rosinha Garotinho (PSB), que no início da tarde desta terça-feira esteve no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, onde a estudante está internada. Acompanhada da filha Clarissa, Rosinha afirmou que ficou “indignada” com a ação, atribuída a traficantes do morro do Turano, e disse que foi levar solidariedade à família da universitária.

O estado de saúde da estudante é considerado “crítico” pelos médicos. A bala atingiu o rosto, na região da mandíbula, destruiu parte da terceira vértebra e se alojou na coluna medular.

Segundo boletim médico, exame neurológico inicial mostra quadro compatível com “choque medular”, representado pela perda das funções motoras e alterações respiratórias. Os médicos, porém, afirmam que ainda não podem avaliar a extensão da lesão e das sequelas.

Cirurgia

A estudante foi submetida a imobilização externa da coluna cervical, a traqueotomia e cirurgia na região orofaríngea.

Segundo boletim médico, “a abordagem neurocirúrgica dependerá de evolução e estabilização clínica nas próximas 48 horas”.