Governo divulga retrospectiva com ações e conquistas de 2012

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 29 de dezembro de 2012 as 14:52, por: cdb
Atualizado em 01/01/13 21:58

Obras-Maracana-Foto-Divulgacao_LANIMA20120128_0015_26O ano de 2012 foi de muitas conquistas para o Brasil, pautado sobretudo pelo crescimento econômico e pela inclusão social. Mesmo em tempos de crise mundial, o brasileiro presenciou o crescente investimento em programas sociais, fundamental para garantir novas oportunidades de trabalho, emprego e formação, melhoria da infraestrutura nacional e recordes na redução da pobreza extrema no país.

Neste sábado, o Planalto divulgou uma breve retrospectiva com as principais ações e conquistas realizadas ao longo do ano. Programas para a erradicação da miséria no Brasil e a elevação do país como referência no investimento em educação e esportes marcaram o ano de 2012 da presidenta Dilma Rousseff à frente do Planalto.

O destaque é para o programa Brasil sem Miséria, que retirou 16,4 milhões de brasileiros da pobreza extrema, e o lançamento do Brasil Carinhoso. Somente em outubro, foram repassados R$186,3 milhões a 2,16 milhões de famílias, beneficiando quase tês milhões de crianças de 0 a 6 anos.

Nos nove do Bolsa Família, o balanço do governo é de que foram transferidos R$17,3 bilhões aos beneficiários do programa. Mais de 50 milhões de pessoas foram beneficiadas nesse período a um custo de 0,46% do PIB brasileiro. Em 2012, 96,7% das 15,1 milhões de crianças e jovens beneficiários do Bolsa Família superaram a frequência escolar exigida pelo programa (agosto/setembro).

Na economia, o maior destaque é a redução da taxa média de juros, nos últimos 12 meses,
para 10,2%, que possibilitou a expansão do crédito e a diminuição da tarifa de energia. Os consumidores passam a pagar contas de luz 16,2% mais baratas. Para as indústrias, a tarifa vai variar de 12% a 28%, dependendo da tensão elétrica utilizada. A média deve ficar em 20% de redução.

Até outubro, foram criados 1,7 milhões de postos de trabalho no país. Somente no governo da presidenta Dilma Rousseff (desde 2010) já foram criados quatro milhões de novas vagas. O Brasil registra atualmente o menor nível de desemprego da história. Em um breve relato, o governo mostra que o Programa Minha Casa, Minha Vida entregou mais de 970 mil moradias em 2012.

Saúde&Educação

Na saúde, o governo registra a realização de mais de 12,3 mil transplantes no SUS (Sistema Único de Saúde), aumento de 12,7% em relação a 2011. Também, aumentou 22% a quantidade de doadores de órgãos.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Ponatec) recebeu registo no balanço anual com a oferta de 2,5 milhões de vagas para jovens e trabalhadores em cursos profissionalizantes. E mais de 20 mil estudantes foram beneficiados em 2012 com bolsas de estudos do programa Ciência sem Fronteiras.

Na educação, o governo da presidenta Dilma ressalta o crescimento de 127% no número de escolas do ensino fundamental que aderiram ao programa Mais Educação, oferecendo atividades educacionais no contraturno.

O governo destaca ainda que o desmatamento da Amazônia continua em queda: 27% menor em comparação com o ano anterior.

Obras do PAC

As obras de infraestrutura são consideradas outra grande conquista do país. 38,5% das obras e ações de grande complexidade do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) foram concluídas, com investimento de R$272,7 bilhões executados em 2011 e 2012.

Dois novos estádios foram inaugurados em 2012 e outros quatro serão entregues em 2013. Estão em andamento 31 ações em 13 aeroportos: Brasília, Belo horizonte, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador, Guarulhos/SP, São Gonçalo do Amarante/RN e Galeão/Rj. Os investimentos já somam R$ 7,35 bilhões.

Além desses preparativos para a Copa do Mundo de 2014, o governo Dilma também prepara os 200 atletas olímpicos e paraolímpicos brasileiros classificados entre os 20 melhores do mundo em suas modalidades, para os jogos olímpicos do Rio em 2016.

Da Redação em Brasília

 

..