Governo deve prorrogar licença da Vasp por seis meses

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de outubro de 2004 as 12:35, por: cdb

O ministro da Defesa, José Viegas, afirmou na quinta-feira que a renovação provisória da concessão para a Vasp deverá ser aprovada, e que a tendência é ter o mesmo prazo que será concedido à Varig, de seis meses. A decisão sai até esta sexta-feira.

– Tem sinalização positiva (da empresa). Acreditamos que vamos fazer a renovação, que pode ser de três ou seis meses, estou resolvendo. Provavelmente será o mesmo prazo dado à Varig – disse Viegas durante solenidade, no Correio Nacional.

O prazo de vencimento da concessão da Vasp seria no próximo dia 10.

Na última quarta-feira, Viegas chegou a afirmar que a Vasp corria risco de parar de voar caso não apresentasse um plano básico de pagamento de dívidas e certidões de débito negativas até o fim desta semana. Viegas reafirmou esse compromisso, nesta quinta-feira, ressaltando porém que não existe um ultimato contra a empresa, mas prazos que estão previstos em lei.

Com relação aos problemas que os passageiros da Vasp estão enfrentando esta semana, com cancelamento de alguns vôos, Viegas disse que mantém contato com as demais companhias aéreas para tentar miminizá-los, mas não deu detalhes. No entanto, o ministro ressaltou que a Vasp é uma empresa privada e que tem que administrar seus próprios problemas.

– O governo não tem como substituir aviões. Nós, na medida que é viável na prática, vamos orientar a prestação de serviços para outras empresas – destacou.