Governo debate ampliação de ajuda humanitária à Ásia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de janeiro de 2005 as 10:18, por: cdb

O tema central debatido na reunião da Coordenação Política do governo, realizada na manhã desta sexta-feira, foi a ampliação da ajuda do Brasil aos países asiáticos atingidos pelas tsunamis. O encontro, no Palácio do Planalto, contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A definição dessa ajuda vai depender da viagem do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Félix, a Genebra.

O militar participará, na próxima terça-feira, de reunião da Organização das Nações Unidas com os países interessados em ajudar os asiáticos atingidos pelo maremoto. Até agora o Brasil tem enviado mantimentos, roupas e remédios. A idéia é oferecer ajuda na reconstrução das áreas destruídas, com o trabalho do pessoal de engenharia do Exército.

A intenção do governo de intensificar a ajuda a Ásia, com o envio de militares e equipamentos vem sendo criticada por vários setores, até mesmo nos meios militares. A avaliação é de que o Brasil vai fazer um gasto desnecessário, pois os países ricos já estão no local, mobilizados e em condições de oferecer maior assistência. Há quem acredite também que a intenção do governo nesse esforço de ampliar ajuda aos asiáticos é para conseguir um assento com direito a voto no Conselho de Segurança da ONU.