Governadora apresenta propostas contra o crime organizado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 21:00, por: cdb

A governadora do Rio, Rosinha Matheus, continua reunida com os ministros Márcio Tomaz Bastos, da Justiça, e José Viegas, da Defesa, para discutir as medidas a serem adotadas para combater a criminalidade no estado.

A governadora apresentou um documento aos ministros propondo 17 medidas, entre elas o estabelecimento de um convênio para o repasse de recursos para combate ao narcotráfico e a proibição de venda de armas à pessoa que não sejam policiais ou integrante das Forças Armadas.

O documento propõe ainda alteração na legislação para tornar os crimes de receptação inafiançáveis e para agravar as penas de crimes cometidos por e contra agentes da lei em exercício da função.

Rosinha Matheus oferece o presídio de Bangu III para que seja federalizado e propõe a construção de 5 presídios federais de segurança máxima para lojar condenados por crimes hediondos.

O governo do estado está disposto a doar terrenos e 20% de verba necessárias para a construção de outros presídios além daqueles cinco. Essas medidas deste sábado, segundo Rosinha Matheus, com algumas alterações, já haviam sido apresentadas pelo ex-governador do Rio ao então presidente Fernando Henrique Cardoso no ano passado.

No documento distribuido aos jornalistas não há referência a federalização do presídio de Bangu I, nem sobre a unificação das policias civil e militar sob um único comando no estado.