Governador de Alagoas vai reafirmar que não fez licitações com empreiteiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de maio de 2007 as 11:21, por: cdb

A jornalista Eliane Aquino, assessora de imprensa do governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, informou que ele pretende reafirmar em seu depoimento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que em sua gestão não foi feita nenhuma licitação com empreiteiras. A assessora, que acompanha o governador, conversou com os jornalistas na manhã desta quarta-feira.

A relatora do inquérito da Operação Navalha, ministra Eliana Calmon, ouve o governador desde às 8h30. Segundo a assessora, Teotônio Vilela Filho vai informar à ministra que, ao assumir o governo, herdou uma dívida de R$ 408 milhões, e por isso está com a capacidade de endividamento reduzida.

De acordo com a assessora, no dia seguinte à deflagração da Operação Navalha, a Controladoria Geral de Alagoas iniciou uma auditoria para avaliar os contratos feitos em gestões anteriores com a construtora Gautama, considerada a principal responsável pelo esquema de desvio de recursos de obras públicas.

Eliane Aquino informou que existem vários órgãos em Alagoas acompanhando a auditoria, entre eles a Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Regional de Engenharia e Ministério Público estadual.