Goiás e São Paulo empatam sem gols

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 23:42, por: cdb

Os ataques criaram bastante, mas acabaram sendo inoperantes na noite desta quarta-feira em Goiânia. Apesar de terem feito uma boa partida, São Paulo e Goiás empataram por 0 x 0, no estádio Serra Dourada, na primeira partida das quartas-de-final da Copa do Brasil.

Com esse resultado, o Tricolor Paulista precisa de uma vitória simples para avançar na competição. O jogo de volta acontece no dia 15 de maio, no Morumbi. O vencedor desse confronto enfrenta Vasco ou Cruzeiro nas semifinais. Os mineiros venceram o primeiro jogo por 2 x 1.

O empate também manteve uma longa invencibilidade do São Paulo. Atuando no Serra Dourada, os paulistas nunca foram derrotados.

A partida também completou o segundo jogo sem técnico. O time foi comandando, mais uma vez, pelo ex-preparador de goleiros Roberto Rojas e pelo auxiliar-técnico de Oswaldo de Oliveira, Milton Cruz. O clube espera anunciar em breve seu novo treinador.

Para quem esperava uma partida mais cautelosa no Serra Dourada, Goiás e São Paulo surpreenderam. As duas equipes procuraram buscar o ataque desde o início e boas oportunidades de gols eram criadas de ambos os lados. Ora os goianos incomodavam Rogério Ceni, ora os paulistas importunavam Harley.

A primeira boa chance aconteceu aos 12min. Rogério Ceni, percebendo o lateral-direito Cléber na linha do gol, cruzou na cabeça de Reinaldo ao invés de chutar direto. O atacante ajeitou e Júlio Baptista, livre de marcação, se enrolou e perdeu gol feito.

O Goiás respondeu em seguida em uma cobrança de falta pelo lado esquerdo. Araújo cobrou direito para o gol e Rogério Ceni fez boa defesa. Na continuação, Leandro Smith levantou bola na área e Fabão cabeceou para o chão e a bola passou por cima do travessão.

A partida continuava em alta velocidade, mas os atacantes já não levavam tanta vantagem sobre os defensores. A bola não saia da área de ambos os times, porém ninguém finalizava mais com facilidade. Por isso, os jogadores passaram a tentar chutes de longa distância.

Aos 36min, Araújo arrancou da intermediária e quase surpreendeu Rogério Ceni, que viu a bola passar à direita do gol. O São Paulo respondeu dois minutos depois: Fabiano cruzou bola rasteira e Reinaldo finalizou fraco para defesa de Harley.

Se os atacantes não estavam conseguindo finalizar, o time esmeraldino apostou nos zagueiros. Aos 45min, Fabão recebeu passe de Caíco dentro da área e, livre de marcação, chutou para fora, perdendo a melhor chance do primeiro tempo.

O segundo tempo começou no mesmo ritmo do primeiro. Goiás e São Paulo continuavam procurando o ataque e desperdiçando chances. Aos 15min, o Tricolor Paulista quase abriu o placar. Ricardinho arriscou chute de fora da área e Harley segurou firme à frente de Reinaldo.

A partida continuava em alta velocidade e o time esmeraldino quase abriu o placar em duas oportunidades. Aos 26min, Caíco recebeu bola pelo lado direito e acertou à trave são-paulino. Dois minutos depois, Araújo finalizou de dentro da área e Rogério Ceni fez boa defesa.

O Goiás continuava criando as melhores chances. Aos 29min, Caíco enfiou bola para Hernani livre dentro da área adversária. O atacante, que havia entrado no lugar de Danilo, chutou forte, mas o goleiro são-paulino fez excelente defesa.

Apesar das inúmeras oportunidades criadas, Goiás e São Paulo não conseguiram sair do zero.

GOIÁS 0 x 0 SÃO PAULO

Goiás
Harley; Michel (Cléber), Fabão, Alexandre e Leandro Smith; Tiago, Marabá, Caíco e Danilo (Hernani); Dimba e Araújo
Técnico: Candinho

São Paulo
Rogério Ceni; Leonardo, Jean, Gustavo Nery e Fabiano; Adriano, Júlio Baptista, Ricardinho e Kaká (Aílton); Reinaldo e Luís Fabiano
Técnico: Roberto Rojas (interino)

Data: 07/05/2003 (quarta-feira)
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE)
Cartões amarelos: Marabá (Goiás); Jean e Gustavo Nery (São Paulo)