Gil inicia programa de revitalização de museus

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de maio de 2003 as 00:49, por: cdb

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, lança, na próxima sexta-feira, no Rio, o documento Bases para uma Política Nacional de Museus. Os fundamentos iniciais desse trabalho resultam da participação de pessoas e entidades vinculadas à museologia, aos museus, às universidades e às secretarias estaduais e municipais de Cultura. A política de museus abrangerá o Programa Nacional de Capacitação em Museologia, o Cadastro Nacional de Museus e o Selo dos Museus Brasileiros. O evento será às 11 horas, no Museu Histórico Nacional, e faz parte das inúmeras celebrações do Dia Internacional de Museus, comemorado a 18 de maio.

Com a finalidade de impulsionar as comemorações do Dia Internacional de Museus em todo o país, a Secretaria do Patrimônio, Museus e Artes Plásticas do Ministério da Cultura promove, pela primeira vez, uma ação articulada nacionalmente. As programações ocorrerão entre os dias 12 e 18 deste mês, em todas as regiões brasileiras. Diversas unidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pará, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Piauí já fecharam a programação.

Criado pelo Comitê Internacional de Museus – ICOM, o Dia Internacional de Museus proporciona a sensibilização do público para a importância das unidades museológicas dentro da sociedade. O tema a ser desenvolvido este ano é os museus e seus amigos. Nos dias 17 e 18, diversas instituições, ao invés de cobrar entradas, arrecadarão alimentos para o Programa Fome Zero.

Um dos desdobramentos da Política Nacional de Museus é o Programa Nacional de Capacitação em Museologia. Como o próprio nome sugere, haverá a capacitação e a formação em museologia de técnicos do setor. Para tanto, será ampliada a oferta de oficinas e cursos de graduação, pós-graduação e de aperfeiçoamento. Outro desdobramento será o Cadastro Nacional de Museus, que visa a criação de uma base unificada nacionalmente. O trabalho abrange uma plataforma de informações e dados sobre os museus brasileiros, o que não existe atualmente. O Selo dos Museus Brasileiros será uma identificação que a unidade, privada ou vinculada a qualquer esfera governamental, poderá utilizar após a sua adesão ao Cadastro Nacional de Museus.