Ghanam al-Basso é eleito prefeito de Mosul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de maio de 2003 as 18:17, por: cdb

Mais de 200 delegados de grupos étnicos rivais elegeram nesta segunda-feira os 24 membros do conselho interino, que escolheu, por sua vez, um prefeito para Mosul, a terceira maior cidade do Iraque.

Autoridades militares dos Estados Unidos esperam que essas eleições, as primeiras desde a queda do regime de Saddam Hussein, sirvam de modelo para a restauração da ordem em outras partes do país.

O conselho foi empossado em meio a um forte esquema de segurança, sob o olhar do general David Petraeus, comandante das forças norte-americanas no noroeste do Iraque.

– Vocês deram um passo importante para Mosul e o Iraque, e nós aplaudimos suas realizações -, declarou Petraeus após a cerimônia de posse.

– Estou confiante de que, juntos, podemos fazer uma diferença duradoura para o povo de sua cidade e da província -, acrescentou.

O conselho elegeu o general reformado Ghanam al-Basso para o cargo de prefeito.

– Esse é o primeiro passo na estrada para democracia. Prometo que serei um soldado fiel -, disse Al-Basso aos delegados.

Três delegados – descritos pelos militares norte-americanos como extremistas islâmicos – abandonaram a conferência antes da votação, reclamando que os membros do conselho não deveriam ser aqueles já eleitos por suas comunidades, mas os escolhidos por mérito.

Mosul é uma cidade de maioria árabe, mas com uma grande comunidade curda, além de outras etnias.